quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Como se preparam e agem os Florais de Bach

video

"Mestre Bach desenvolveu um meio simples para se atingir o Universo de Cura. Podemos imaginar que existem símbolos coletivos que, conforme a cultura, apresentam-se com uma roupa. Esse Universo tem sua própria linguagem e símbolos, que os terapeutas procuram para alcançá-lo e ajudarem os outros a alcançarem-no, para que cada um busque sua própria Cura. Mestre Bach percebeu 39 arquétipos de Cura que são 39 Portas diferentes para mobilizar a Cura, sentindo os 39 estados de sofrimento que correspondiam a padrões universais de reação. Cada sofrimento corresponderia a um Arquétipo ou a uma Porta e precisaria de uma Chave certa para abri-la. Os Florais de Bach oferecem as Chaves, mas só a própria pessoa pode transformar esse sofrimento em uma qualidade inerente dessa experiência. Cada pessoa pode abrir sua Porta e decidir se quer ou não, se aguenta ou não, fazer esse trabalho, porque ela tem livre arbítrio.
Cada Flor encontrada/escolhida por Dr. Bach tornou-se uma Chave para trabalhar um Processo de TRANSFORMAÇÃO. Ela abre uma porta do Universo de Cura para nós vislumbrarmos e entrarmos nele.
Por isso, não é bom usarmos muitos Florais, pois estaríamos dando muitas chaves na mão de uma pessoa e ambos poderíamos nos perder no processo.
A cada porta que se abre podem aparecer novos sintomas físicos ou emocionais. Por isso cada resposta será muito peculiar.
Somente certas flores da Natureza podem ser Chaves, pois elas tem a qualidade de cura em sua semente. Ele percebeu isso e balizou-as, para que, por meio disto, recebessem este papel consciente de Cura e trabalhasse com o homem na abertura dessas Portas.
É um trabalho de consciência individual e com o tempo vai se tornando coletivo.
Este é o verdadeiro trabalho de Amor Incondicional que sai da Essência de cada Ser. Cada uma dessas flores está trabalhando na grande obra doando Vida e Amor para a Humanidade".
Por Carmem Monari. Livro: Participando da Vida com os Florais de Bach. São Paulo: Roca, 2009.

domingo, 23 de outubro de 2011

Perguntas Frequentes sobre a Terapia Floral

1) O que a Organização Mundial da Saúde (OMS) profere sobre
a Terapia Floral?


Atualmente esta modalidade de tratamento encontra-se difundida em
todo o mundo e recebe o aval da Organização Mundial de Saúde (OMS)
que assim se pronuncia: “Cada remédio trata uma determinada
pessoa e uma condição particular. O uso de todos estes remédios
(florais) está amplamente distribuído pelo mundo em pequena escala.
Eles são excelentes para o autocuidado, sendo totalmente sem efeitos
colaterais e não oferecem perigo caso um remédio errado seja
prescrito”.
Fonte: (H.A.W. Forbes, Selected Individual Therapies; em Bannerman et al., Tradicional Medicine and Health Care Coverage,World Health Organization - WHO, 1983).

2) Os florais são considerados medicamentos?

A OMS reconhece os florais como uma terapia complementar. Os
florais não são legalmente considerados medicamentos! Eles não
substituem, em hipótese nenhuma, as indicações e o tratamento
médico. Em caso de persistência de sintomas físicos é necessário
procurar o médico.

domingo, 18 de setembro de 2011

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Olive - o floral da renovação



A oliveira é conhecida cientificamente como Olea europaea L., família Oleaceae. São árvores baixas de tronco retorcido nativas da parte oriental do Mar Mediterrâneo. De seus frutos, as azeitonas, os homens no final do período neolítico aprenderam a extrair o azeite. Este óleo era empregado como unguento, combustível ou na alimentação, e por todas estas utilidades, tornou-se uma árvore venerada por diversos povos.

Os gregos, que possivelmente herdaram as técnicas de cultivo da oliveira dos minóicos, associavam a árvore à força e à vida. A oliveira é também citada na Bíblia em várias passagens, tanto a árvore como seus frutos, sendo uma das árvores mais importantes citadas na Escritura por sua conexão direta com o povo de Israel e também pela riqueza de figuras por ela representada.

Esta árvore se chama em hebraico zayit, que significa oliveira, azeitona. Seu uso era muito variado no Oriente Médio, pois ela era famosa por seu fruto, seu óleo e sua madeira. Os povos orientais reputavam-na como um símbolo de beleza, força, da bênção divina e da prosperidade!

Uma das características mais impressionantes da oliveira é sua perenidade! Elas crescem praticamente sob quaisquer condições: nas montanhas ou nos vales, nas pedras ou na terra fértil. Crescem otimamente sob o intenso calor, com pouca água e são quase indestrutíveis! Seu desenvolvimento é lento, porém contínuo. Quando é bem cuidada, pode atingir até 7 (sete) metros de altura. Até as oliveiras doentes continuam a lançar novos ramos! Algumas árvores tem troncos torcidos e velhos, mas sempre com folhas verdes. Ainda que estejam velhas, as oliveiras não deixam de lançar de si novos ramos e dar frutos! Ate 10 ou mais mudas brotam da raiz envolta da árvore. Estima-se que algumas das oliveiras presentes na Palestina nos dias atuais devam ter mais de 2500 anos de idade. Em Santa Iria de Azóia, Portugal, existe uma oliveira com 2850 anos. Ela se adapta tanto à beira mar, resistindo à atmosfera salina quanto no deserto, onde poucas árvores conseguem sobreviver. O óleo produzido pelo fruto da oliveira era usado tanto para ungir o sacerdote bem como para alimentação.

Dadas as suas características, a oliveira simboliza principalmente fidelidade e perseverança. A primeira menção bíblica da oliveira encontra-se em Gênesis(8:11), quando terminado o dilúvio, a pomba encontrou um ramo de oliveira para dizer a Noé que as águas tinham baixado. Foram associados aos seus ramos idéias de amizade e paz. A Bíblia ainda diz que os querubins do Templo de Salomão eram de madeira de oliveira. “E no oráculo fez dois querubins de madeira de oliveira, cada um da altura de dez côvados”. (1 Rs 6. 23) Segundo a bíblia, o próprio Jesus teve de ser provado em sua perseverança quando verteu suor que se tornou em gotas de sangue quando estava em Getsêmani (prensa de óleo), no Monte das Oliveiras. Isso nos relembra que ali é o lugar de sair óleo para abençoar! (Lc 22:44).

Florescências e polinização

Dependendo da área em que se encontram, as oliveiras florescem entre o fim de Abril e o princípio de Junho em cada inflorescência encontram-se entre 10 e 40 flores.
As flores brancas ou amarelas são hermafroditas, mas podem no entanto ser funcionalmente monossexuadas. A flor compõe-se de 4 sépalas e 3 pétalas crescidas.
Sendo sujeita a falta de água ou de nutrientes cerca de 6 semanas antes da flor, a colheita é reduzida uma vez que o número de flores é reduzido e estas não produzirão fruto. A maioria das espécies polinizam-se a si próprias, apesar da polinização à distância produzir rendimentos maiores. Outros tipos exigem a polinização à distância e necessitam do pólen de um exemplar diferente. As flores são polinizadas pelo vento.

Aplicação na Terapia Floral

Presente no sistema de Florais de Bach, o floral Olive atua naqueles que sofrem fisicamente ou mentalmente, sentem exaustos por causa de alguma doença, dor ou batalha. Ajuda a renovar nossa força trazendo vitalidade. Elimina a fadiga, o esgotamento físico e mental, sendo bastante utilizada para períodos estressantes decorrentes de crises, separações e problemas de saúde.

Fontes de pesquisa: wikipédia; www.bibliabytes.com.br ; www.mistico.com

segunda-feira, 2 de maio de 2011

Não Estamos Separados

Por Fátima Irene Pinto.



Se você gosta de mim talvez se sinta bem quando eu digo: eu sou você e você é eu.

Se por alguma razão você não gosta de mim, talvez até murmure: imagine!
essa talzinha de nariz erguido, com ares de superioridade, bonitona mas umbigocêntrica.
A propósito, gostou do "umbigocêntrica"?
Chamaram-me assim outro dia e eu achei a palavra bárbara, tanto que já a acrescentei no meu modesto vocabulário:-)

Se você gosta de mim e vê em mim qualidades, é porque estas mesmas qualidades também estão DENTRO de você, desenvolvidas ou potencialmente.

Se são mais os meus defeitos que chamam a sua atenção,
é porque eu sou a sua sombra, mas continuo dentro de você de alguma forma. É que no caso da sombra, fica mais fácil você ver o defeito em mim do que admití-lo dentro de si. É normal. Eu também vejo as minhas sombras perambulando por aí.

Mas o fato é que eu sou você e você é eu.

SOMOS FEITOS DE MATERIAL CÓSMICO, TEMOS UM CORPO MATERIAL E OUTRO ESPIRITUAL, ESTAMOS SUJEITOS ÀS MESMAS LEIS DA NATUREZA, DA VIDA E DA MORTE, ESTAMOS TODOS EM FRANCO TRABALHO EVOLUTIVO, SOMOS TODOS ALUNOS DA MESMA ESCOLA.Tenho sonhos e ideais como você tem; tenho vitórias e derrotas no meu currículo.
Sinto medo mesclado com esperança; fé alternada com descrença; facilidades reais para fazer algumas coisas e limitações cabais para realizar outras.
Às vezes sinto raiva e aprendi a encará-la de frente, para que não caia no porão e fique me assombrando depois.

Gostaria de ser perfeita e, no balanço de cada noite, lançar no contábil interno, só coisas boas, MAS NÃO SE PODE MENTIR PARA SI MESMA, e para que este livro-caixa não seja fraudulento, alguns lançamentos são feitos em vermelho, com uma observação: PONTOS A SEREM MELHORADOS.

SABE QUE EU PRECISO DAS SUAS DIFERENÇAS? ELAS ME COMPLETAM E QUANDO PENSO NISTO VEJO A GRANDEZA DA CRIAÇÃO E A PERFEIÇÃO DE DEUS.

Aquilo que me falta é exatamente aquilo que você tem para dar e vender.

Percebo o quanto a Vida é justa na distribuição dos dons e talentos naturais tão únicos em cada um e, no entanto, tão absolutamente complementares na visão do Todo.

DE FATO, EU SOU VOCÊ, VOCÊ É EU, E quando juntamos nossas individualidades NÃO SOMOS MAIS EU OU VOCÊ, PORÉM UM ORGANISMO COMPLETO, OPERANDO PARA MAIOR GLÓRIA DA VIDA.

Um discípulo perguntou a Jesus:
- Quem é o maior no reino de Deus?-
O maior é aquele que serve!



É TEMPO DE SERVIR PARA CONSTRUIR UM MUNDO MELHOR.
PRECISAMOS UNS DOS OUTROS!


Fátima Irene Pinto. Site: www.pranos.com.br

quarta-feira, 20 de abril de 2011

GENTIAN: o floral da persistência



"Deixar a luz brilhar e ser muito tranqüilo (...)
Beber o vinho e renascer na luz de todo dia.." (Milton Nascimento e Ronaldo Bastos)


A vibração da flor Gentian é muito bem-vinda nestes momentos difíceis que o país e o mundo vem atravessando...
Símbolo de proteção, ela encoraja os desesperados a enfrentarem, sem desistir, os infortúnios e dificuldades do momento.
Consagrando sua floração no início do outono inglês, a genciana tem assinatura peculiar: observe a foto. Assim como as folhas em forma de seta apontam para o alto, suas flores, em cachos ou isoladas, são formadas de cinco pétalas, como uma pequenina mão cujos dedos tentam tocar o céu. Os tons de rosa e azul que formam o púrpura da flor aludem ao equilíbrio entre as polaridades yin (feminina) e yang (masculina) do ser humano.
Gentian vem dar o apoio necessário aos que entregaram os pontos e se sentem derrotados pelos obstáculos da vida. Transmuta sentimentos negativos que paralisam a pessoa em sentimentos positivos através da fé e da esperança em dias melhores.
No Zodíaco é a flor do signo de Touro (21 de abril a 20 de maio) equilibrando a personalidade que tende a ser depressiva e potencializando as qualidades positivas do signo como a persistência.

Fonte: Revista Terapia Floral. Edição especial Florais de Bach. Dez 2006.

domingo, 10 de abril de 2011

By The Grace - Snatam Kaur



SUPREMO PODER


Este amor maravilhoso

que nos encanta e

nos fascina,

é um amor amoroso

que nos faz imaginar

ser um ser possuidor

das estrelas e

viver eternamente

enlaçados nos braços

da felicidade.

É um amor verdadeiro

e real,

que nos faz tocar

a lua com as pontas dos dedos,

e nos envolve na solicitude

do mais supremo poder

da afeição,

e que nos faz embevecer no

aconchego do coração.

Rogéria Albuquerque